Comunicação / Notícias (outras)

Obras Públicas não pararam
A greve geral convocada pela CGTP não se está a fazer sentir no sector da construção civil. É esta a conclusão que se pode tirar depois das diligências efectuadas pela AICCOPN junto de vários dos seus associados, nomeadamente, das maiores empresas deste sector.

O inquérito feito pela AICCOPN contemplou também as empresas com grandes obras públicas em curso, permitindo concluir que, as grandes obras públicas a decorrer no País não foram afectadas pela paralisação geral.

Estádios de Futebol não páram!

Relativamente às obras em curso para o Euro 2004 sabe-se já que nenhuma está parada devido à greve geral, sendo que a construção dos estádios de futebol continua a bom ritmo.

O mesmo se pode dizer relativamente a outras grandes obras públicas, como seja, por exemplo, a Casa da Música, no Porto, cujos trabalhos decorrem hoje no seu ritmo normal.

Governo fala em "pseudo-greve"

O ministro do Trabalho e da Segurança Social, Bagão Félix, diz que a adesão à greve geral não ultrapassou os 13 por cento, contrariando os dados divulgados pela CGTP, que fala em 90 por cento de adesão à paralisação.

Em conferência de imprensa, realizada esta manhã, o ministro do Trabalho e da Segurança Social desvalorizou os valores apresentados pela Intersindical, falando mesmo de uma "pseudo-greve", que apenas dá força aos propósitos do Governo de realizar reformas no País.
Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter