Comunicação / Notícias (outras)

AICCOPN cria nova modalidade
Já é possível, às empresas associadas da AICCOPN, que têm entre 20 e 35 trabalhadores, solicitar a deslocação dos serviços de prevenção e medicina do trabalho ao seu estaleiro de obra.

Há muito que diversas empresas vinham reclamando a existência deste serviço, que só agora foi possível implementar, após a realização de um estudo económico-financeiro que permitisse à Associação avaliar da capacidade de implementação do mesmo.

Até aqui, apenas as empresas com mais de 35 trabalhadores poderiam solicitar a deslocação de uma das duas viaturas-consultório ao seu estaleiro, sendo que, com esta nova modalidade, todas as empresas que, num mesmo estaleiro, tenham entre 20 e 35 trabalhadores podem aderir a esta nova modalidade.

Para além da inscrição nos serviços de prevenção e medicina do trabalho, com um custo de 15 € por trabalhador, as empresas que solicitarem esta nova modalidade pagam um custo adicional de 6 € por trabalhador.

Recode-se que se mantém a possibilidade dos associados da AICCOPN recorrerem à estrutura fixa existente na Rua Alferes Malheiro n.º 140, bem como às duas viaturas-consultório que se deslocam aos vários distritos/concelhos.

Desde 1994 que é obrigatório que todas as empresas estejam abrangidas por serviços de medicina do trabalho, devendo assegurar a realização dos exames médicos periódicos a todos os seus trabalhadores, sob pena de se verem a braços com uma fiscalização do IDICT - Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho -, que dita coimas que podem atingir os 3.990 €.
Esta nova modalidade é pois motivo de orgulho para a AICCOPN, que espera continuar a contribuir para que as empresas associadas, sem meios suficientes para a criação e manutenção de serviços médicos próprios, beneficiem deste serviço a baixos custos.
Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter