Comunicação / Notícias (outras)

Prestações do crédito à habitação reduzem em média 12 euros
O Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE) decidiu-se pela descida das taxas de juro directoras da Zona Euro em 0,5 pontos percentuais, anunciou na quinta-feira (5 de Junho) a instituição.

Deste modo, a taxa mínima para os leilões no âmbito das operações principais de refinanciamento do eurosistema caiu para 2%.

A taxa de facilidade permanente de depósito recuou para 1% e a de facilidade permanente de cedência de liquidez desceu para 3%.

Recorde-se que, só em 2001, o BCE cortou por quatro vezes as taxas de juro e em Dezembro de 2002 reduziu, em meio ponto percentual, o preço do dinheiro.
Este ano, em Março passado, já tinha cortado num quarto de ponto as taxas, sem este o segundo corte de taxas, em 2003.

Crédito à habitação: prestações descem

Na sequência deste anúncio do BCE, as prestações do crédito à habitação também são afectadas, com uma descida que ultrapassa, em média, os 12 euros.

Assim, um empréstimo típico de 100 mil euros (20 mil contos), a 20 anos, com uma taxa de juro indexada à Euribor a seis meses vai ver, dentro de um mês, a sua prestação mensal reduzida em 12,6 euros, passando para 554,6 euros a mensalidade.
Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter