Comunicação / Notícias (outras)

Tabuleiro superior da Ponte D. Luís I abre com metro em 2004

Às zero horas do dia 27 de Junho o tabuleiro superior da Ponte D. Luís I fecha em definitivo à circulação rodoviária, só sendo reaberto em Maio de 2004, mas apenas para a circulação do metro de superfície e de peões.

Após acordo entre as Câmaras Municipais do Porto e de Gaia, a empresa Metro do Porto vai proceder ao encerramento do tabuleiro superior da ponte, iniciando assim as obras que vão permitir a travessia do Douro, através do metro, naquela que será conhecida como a Linha Amarela.

Como alternativa, àquela que foi a travessia mais usual duante anos, os automobilistas passam a ter as Pontes do Freixo, Arrábida e, mais recentemente, a do Infante, cujos acessos estão já completamente concluídos.

As obras do metro de superfície no tabuleiro superior da ponte vão ter início depois de, durante a noite do passado dia 7 de Abril, terem sido realizados diversos testes para verificar do "estado de saúde" da ponte.
Os testes foram bem sucedidos, isto apesar de a D. Luís não sofrer reparações há mais de 20 anos, dando assim luz verde ao arranque das obras.

Com a supervisão de técnicos da Metro do Porto, Normetro e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto foram realizados testes de carga, no correspondente a uma simulação em 55 por cento das solicitações exigidas pelo futuro atravessamento do metro.
Os testes consistiram em sete combinações possíveis de dez veículos pesados transportando um total de treze toneladas cada.
Para além de um ensaio dinâmico, em que dois camiões atravessaram lentamente a ponte, fizeram-se ainda seis ensaios dinâmicos, com viaturas paradas, duas a par e uma fila de cinco camiões com o carregamento de 13 toneladas cada.

A Linha Amarela, também designada por Linha D, começará a funcionar em Maio do próximo ano, fazendo a ligação entre o Porto e Gaia.

Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter