Comunicação / Notícias (outras)

Previsões Económicas

País / Zona

2007

2008

UE27

2.9% (+0.5%)

2.7%

Zona Euro

2.6% (+0,5%)

2.5%

Portugal

1.8% (+0.3%)

2.0% (+0.3%)


Espera-se redução do desemprego, dos 8.75% registados em 2005 para menos de 7% em 2008. Estima-se que a UE seja capaz de criar quase 9 milhões de postos de trabalho no período 2006-2008.


O défice das Administrações Públicas deverá situar-se em torno de 1%, a inflação deverá acelerar ligeiramente, mas manter-se a níveis moderados, e os salários deverão aumentar moderadamente.


A forte actividade do sector da construção foi mais um elemento que contribuiu para a recuperação do investimento (FBCF). Ajudado pelo reavivar da construção na Alemanha o investimento em construção na Zona-Euro acelerou, de uma média de 1,2% no período de 2003 a 2005, para 4,5% em 2006


No entanto, um dos principais riscos das previsões agora publicadas advém da construção, especialmente, no que concerne ao investimento em habitação. Com o aumento do custo dos empréstimos previsto (devido à subida das taxas de juro) poderão aumentar as dificuldades na liquidação dos empréstimos à habitação. Enquanto que, na maior parte dos países é uma aterragem suave dos preços da habitação é o cenário mais provável, noutros uma diminuição significativa da actividade da construção será inevitável.


Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter