Comunicação / Notícias (outras)

Conjuntura FEPICOP - Janeiro
Tendo por base o comportamento dos principais indicadores utilizados pela FEPICOP nas suas análises de conjuntura, indicadores relativamente aos quais já se possui informação para o ano 2007, a primeira conclusão que se retira é a de que os níveis de produção do Sector apresentaram quebras cada vez menos intensas ao longo do ano 2007, criando expectativas positivas para 2008, assim se confirme ao longo deste ano a recuperação indiciada no ano anterior.


De facto, todos os indicadores utilizados para análise da produção do sector, quer em termos gerais, quer por segmentos de actividade, registando, embora, acentuados decréscimos em 2006, terminam o ano de 2007 em níveis superiores aos, então, apurados. Em termos de índice de produção global do Sector (indicador mensalmente calculado pela FEPICOP), tendo 2006 terminado com uma variação muito negativa, em 2007 o decréscimo apurado em nada se assemelha à quebra do ano anterior. O segmento de edifícios residenciais continuou a apresentar, em 2007, reduzidos níveis de produção, níveis que se podem considerar graves tendo em conta que em 2006 já se havia apurado um decréscimo da mesma ordem do agora observado em 2007.


Já o segmento de edifícios não residenciais superou as expectativas que a FEPICOP detinha em 2006, quer em termos de melhoria dos seus níveis de licenciamento, quer de produção ao longo de todo o ano de 2007. O segmento das obras de engenharia civil, em resultado de um esforço por parte da Administração no sentido de adjudicar obras públicas já lançadas há algum tempo, vê também os seus ritmos de produção serem dinamizados significativamente em 2007, incrementos que se esperam ver prosseguidos durante 2008.


A análise da informação representativa do tecido empresarial representado pela FEPICOP, também acusa uma melhoria das opiniões dos empresários, tendo em conta a evolução mais favorável de muitos dos indicadores qualitativos em 2007.

Para aceder à globalidade do documento, clique aqui.
Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter