Comunicação / Notícias (outras)

Linhas de Crédito
O primeiro-ministro anunciou em 11 de Novembro, a criação de três novas linhas de crédito bonificado para apoiar as empresas no acesso ao crédito e ao reforço dos capitais permanentes de empresas exportadoras, unidades hoteleiras e pequenas e micro empresas.

Das três linhas de crédito, merece destaque a linha de crédito para as micro e pequenas empresas, com uma dotação de 400 milhões de euros, repartidos 200 milhões de euros para as micro-empresas e 200 milhões de euros para as pequenas empresas. As micro-empresas podem candidatar-se a um máximo de 25 mil euros e as pequenas empresas a 50 mil euros. O prazo do financiamento poderá ir no máximo até 3 anos, a taxa de juro a praticar, Euribor menos 0,25% e garantia mútua de 75% do capital.

A linha de crédito para as empresas exportadoras, tem uma dotação de 500 milhões de euros, para apoiar as empresas industriais e serviços que exportem 25% das suas vendas, um montante máximo de 1 milhão de euros por empresa, o prazo do financiamento poderá ir no máximo até 5 anos, a taxa de juro a praticar, é a Euribor + 1% e garantia mútua de 50% do capital.

A linha de crédito para as empresas hoteleiras, tem uma dotação de 500 milhões de euros, os Investimentos incluem a remodelação de hotéis, cada empresa pode concorrer no máximo de 2,5 milhões de euros por empresa (3 milhões de euros para PME líder), o prazo do financiamento poderá ir no máximo até 7 anos, a taxa de juro a praticar, é Euribor + 1,5% e garantia mútua de 50% do capital.

O primeiro ministro anunciou ainda o lançamento de um novo programa, no montante de 300 milhões de euros, para apoiar a fusão de empresas.

Em Julho, foi criada a PME Invest I com uma dotação de 750 milhões de euros para apoiar o financiamento do investimento e ao reforço do fundo de maneio, que rapidamente esgotou o limite estabelecido.

Em Outubro, foi lançada a linha de crédito PME Invest II com uma dotação de 1.000 milhões de euros, a qual se destina ao financiamento do investimento e ao reforço do fundo de maneio. Esta linha de crédito está em funcionamento.

As empresas que pretendam apresentar candidatura à linha de crédito, terão que instruir o processo junto de um dos Bancos protocolados. Para mais informações, poderá contactar os Serviços de Economia da AICCOPN.

Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter