Comunicação / Notícias (outras)

Gases Fluorados

Segundo informação que nos foi transmitida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), já se encontra disponível no seu sítio de internet, um conversor de cargas que permite determinar a futura periodicidade de deteção de fugas de um equipamento que contenha gases fluorados com efeito de estufa, de acordo com o previsto no artigo 4.º do Regulamento (UE) n.º 517/2014, a utilizar em verificações a partir de 1 de Janeiro de 2015.

Alerta-se, no entanto, que até ao final do ano de 2014, deverá ser respeitada a periodicidade de deteção de fugas prevista no artigo 3.º do Regulamento (CE) n.º 842/2006.

Para tal, os operadores deste tipo de equipamentos, deverão proceder da seguinte forma:

  • Utilizar a calculadora existente aqui

  • Selecionar o gás fluorado;

  • Introduzir a carga de gás em kg;

  • Clicar no ícone que apresenta uma calculadora;

  • Clicar em "Periodicidade de deteção de fugas";

  • Na nova janela que surge, indicar se o equipamento é ou não hermeticamente fechado e se possui ou não um sistema automático de deteção de fugas;

  • Será indicada a periodicidade de deteção de fugas a respeitar do dia 01/01/2015 ao dia 31/12/2016 e a periodicidade de deteção de fugas a respeitar a partir do dia 01/01/2017. Esta distinção assume particular relevância para equipamentos que, apesar de possuírem uma carga inferior a 3 kg de gás fluorado, devido ao valor do potencial de aquecimento global do gás, apresentam uma carga igual ou superior a 5 toneladas de equivalente de CO2.

Serviços de Engenharia/Segurança

29/09/2014
Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter