Comunicação / Notícias (outras)

ALERTA: Redução da Taxa Contributiva de 0,75% aplicável a partir de novembro




O direito à redução da taxa contributiva fica dependente da verificação cumulativa das seguintes condições:

  • O trabalhador estar vinculado à entidade empregadora beneficiária por contrato de trabalho sem interrupção pelo menos desde maio de 2014;
  • O trabalhador ter auferido, pelo menos num dos meses compreendidos entre janeiro e agosto de 2014, remuneração igual ao valor da retribuição mínima mensal garantida;
  • A entidade empregadora ter a sua situação contributiva regularizada perante a segurança social.


Nos casos de trabalhadores com contrato de trabalho a tempo parcial, a redução da taxa contributiva depende da apresentação de requerimento, reportando-se o período de redução à totalidade do período, nos casos em que o requerimento seja apresentado até 30 de novembro de 2014 ou ao período remanescente, a partir do mês seguinte ao da apresentação do requerimento, nos restantes casos.

Nas situações que não estejam dependentes de requerimento e cumprindo as demais condições acima indicadas, a entidade empregadora irá beneficiar da redução de taxa já nas remunerações de novembro de 2014, devendo entregar a declaração de remunerações, de forma autonomizada, já com a taxa reduzida, até ao dia 10 de dezembro de 2014.

Por outro lado, não terão direito à redução da taxa contributiva:

  • As entidades empregadoras, no que respeita a trabalhadores abrangidos por esquemas contributivos com taxas inferiores à estabelecida para a generalidade dos trabalhadores por conta de outrem, com exceção das entidades cuja redução de taxa resulte do facto de serem pessoas coletivas sem fins lucrativos ou por pertencerem a setores economicamente débeis, nos termos previstos no Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social;
  • As entidades empregadoras, no que respeita a trabalhadores abrangidos por esquemas contributivos com bases de incidência fixadas em valores inferiores ao indexante de apoios sociais, em valores inferiores à remuneração real ou remunerações convencionais.


A leitura da presente informação não dispensa a consulta do diploma acima referido. Para qualquer esclarecimento adicional, poderá o Senhor Associado consultar os Serviços de Economia da AICCOPN.

Serviços de Economia

20/10/2014

Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter