Comunicação / Notícias (outras)

Fundo de Eficiência Energética

O Fundo de Eficiência Energética, através de Avisos específicos, apoia projetos de eficiência energética em áreas como os edifícios, os transportes, a prestação de serviços, a indústria e os serviços públicos, que contribuam para a redução do consumo final de energia, de forma eficiente e otimizada.

Foram publicados os Avisos 09 (Auditoria Energética a Elevadores em Edifícios de Serviços 2015), 10 (Edifício Eficiente 2015), 11 (Hotelaria - incentivo à promoção da eficiência energética 2015) e 12 (Requalificação de Sistemas Solares Térmicos 2015), com um financiamento total elegível de 2.3 milhões de euros. No âmbito da Indústria foi lançado o Aviso 13 (Incentivo à promoção da eficiência Energética II 2015) com uma dotação orçamental de 1.1 milhões de euros. No domínio dos Transportes foi publicado o Aviso 15 com um financiamento de 250.000 euros. Na área do Estado foi publicado o Aviso 18 (Redução de Consumos de Energia Reativa no Estado 2015) com uma dotação orçamental de 300.000 euros.

Está ainda prevista a publicação dos Avisos 14 (Eficiência Energética Transportes 2015), 16 (Gestão de Frotas 2015) e 17 (Planos de Ação para a Eficiência Energética e Baixo Carbono no Estado 2015).

Alertamos que as empresas que executem alguma das atividades previstas e pretendam candidatar-se para qualificação, deverão consultar os respetivos avisos:

· No âmbito do aviso 09 - Empresas de Manutenção de Instalações de Elevação (EMIE) ou Entidades Inspetoras de Instalações de Elevação (EIIE), reconhecidas pela Direção Geral de Energia e Geologia, que sejam aderentes ao Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos (SEEP) no subsistema de Elevadores, gerido pela ADENE - Agência para a Energia (http://www.seep.pt);

· No âmbito do aviso 10 - Empresas instaladoras de soluções de isolamento térmico;

· No âmbito do aviso 12 - Empresas de Fornecimento e Manutenção de Sistemas Solares Térmicos.

As candidaturas aos apoios do Fundo de Eficiência Energética (FEE) arrancam no próximo dia 4 de maio.

São beneficiários destes apoios todas as pessoas singulares ou coletivas, do sector público, cooperativo ou privado, com ou sem fins lucrativos, que preencham as condições expressas na Portaria n.º 26/2011, de 10 de janeiro.

Para mais informações, poderá consultar aqui

Serviços de Economia

21/ abril/ 2015

Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter