Comunicação / Notícias (outras)

AICCOPN celebra 123 anos de existência


Consciente do complexo processo de ajustamento que a Construção e o Imobiliário enfrentou, recordo que nos últimos anos desapareceram mais de trinta e sete mil empresas e foram destruídos quase duzentos e sessenta mil postos de trabalho.

Porém, se há algo de que nos podemos orgulhar, é de termos sido capazes de sobreviver. De, em conjunto termos conseguido o reconhecimento da importância desta atividade, reconduzindo-a ao lugar que, por natureza, lhe cabe como motor da economia do nosso País.

O Setor ajustou-se, internacionalizou-se, adquiriu mais competências, apostou em novas áreas e técnicas construtivas. Foi um esforço solitário, feito à custa da capacidade de resistência dos empresários e dos seus colaboradores.

Na segunda metade de 2014 foram registados os primeiros sinais menos negativos. O Primeiro Semestre de 2015 foi de alguma consolidação. Assistiu-se a uma diminuição das insolvências e do desemprego, a um aumento do Crédito à Habitação, da carteira de encomendas de Reabilitação, do consumo de cimento e do Investimento em Construção no PIB.

No entanto, como já por diversas vezes afirmei, o Setor não pode correr o risco de regredir, pondo em causa toda a estratégia de crescimento e de desenvolvimento do País.

Orgulhosos do nosso passado, mas com total consciência dos desafios que nos esperam, podem os nossos Associados estar certos que não baixaremos os braços perante as indefinições que ainda enfrentam. A AICCOPN estará, como sempre, na linha da frente, em defesa de um setor que, pelo seu peso social e económico, é imprescindível para assegurar mais crescimento, mais competitividade e mais emprego.

A todos os nossos Associados, uma palavra de agradecimento pela confiança que, ao longo dos anos, têm vindo a depositar na AICCOPN.

Manuel Joaquim Reis Campos
Presidente da Direção
Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter