Comunicação / Notícias (outras)

INFORMAÇÃO AICCOPN 05/2017
INFORMAÇÃO AICCOPN 05/2017

AICCOPN – ASSOCIAÇÃO DOS INDUSTRIAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E OBRAS PÚBLICAS

COMPLETA 125 ANOS DE EXISTÊNCIA E REAFIRMA COMPROMISSO COM O FUTURO:

  • Defender intransigentemente os seus associados e projetar na sua ação, o desenvolvimento do setor, enquanto vetor essencial para alicerçar o crescimento económico de Portugal e a criação de mais e melhor emprego

Presidida por Reis Campos, a AICCOPN – Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas, completa, Domingo, o seu 125º aniversário. Reafirmando-se orgulhosa de um passado, que fez dela uma referência para o movimento associativo nacional, a Associação continua focada naquela que é a sua principal missão: “a defesa dos seus associados e o desenvolvimento do setor”.

A AICCOPN assume-se hoje como uma verdadeira “marca” representativa das empresas e do Setor. Como resposta aos desafios que se colocam ao futuro do tecido empresarial, a Associação tem vindo a inovar e a desenvolver novos serviços, para ir de encontro às necessidades dos associados e à realidade das empresas. É com este espírito e com estes objetivos que a AICCOPN completa 125 anos de existência. A visibilidade que alcançou, a credibilidade que atingiu, permite-lhe encarar o futuro com confiança.

Os Projetos lançados ao longo do último ano constituem o ponto de partida para alavancar o futuro. A consolidação de uma Associação moderna e ajustada às necessidades das empresas é um compromisso sempre presente.

Diferenciar as empresas, evidenciando as suas competências e distinguindo-as de todos os que operam de forma ilegal no mercado é a sua preocupação. O «Constru+», o «GPC – Global Portuguese Construction», o «RU-IS – Reabilitação Urbana Inteligente e Sustentável», são exemplos de marcas distintivas com os quais a Associação quer assegurar mais negócio aos associados, potenciar o trabalho em rede, promover, seja no mercado interno, seja no mercado internacional, as empresas portuguesas de construção e lutar contra o trabalho clandestino, a informalidade e a concorrência desleal, para assegurar a competitividade das empresas de Construção.

No momento em que perfaz 125 anos a Associação reitera que não pactuará com a proliferação da concorrência desleal, por parte de quem atua à margem do mercado, não cumprindo as regras mais básicas, como é o caso do alvará de construção, das obrigações de âmbito laboral e de segurança e saúde, fiscal, ambiental e de gestão de resíduos.

Partilhar facebook Partilhar google+ Partilhar twitter